Folgas dos tripulantes

Neste vídeo analisaremos a quantidade mínima de folgas de um tripulante da aviação comercial.
Este vídeo foi gravado antes da aprovação da nova Lei do Aeronauta (LEI Nº 13.475, DE 28 DE AGOSTO DE 2017.), portanto, confirma abaixo o texto da nova lei.

Art. 51.  O tripulante empregado no serviço aéreo previsto no inciso I do caput do art. 5o terá número mensal de folgas não inferior a 10 (dez), das quais pelo menos 2 (duas) deverão compreender um sábado e um domingo consecutivos, devendo a primeira destas ter início até as 12 (doze) horas do sábado, no horário de Brasília. 

  • 1oO número mensal de folgas previsto neste artigo poderá ser reduzido até 9 (nove), conforme critérios estabelecidos em convenção ou acordo coletivo de trabalho. 
  • 2oQuando o tripulante concorrer parcialmente à escala de serviço do mês, por motivo de férias ou afastamento, aplicar-se-á a proporcionalidade do número de dias trabalhados ao número de folgas a serem concedidas, com aproximação para o inteiro superior. 

DENIS BIANCHINI

Iniciou sua carreira na aviação em 1998 e desde então acumulou aproximadamente 9.000 horas de voo. Atualmente trabalha como comandante de Boeing 737Ng. Paralelamente à aviação colabora na administração das empresas eBianch, Editora Bianch e Bianch.com, das quais é fundador. É também autor de diversos livros de ensino para pilotos.

COMPARTILHE:

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on print
Print